fbpx

FeedMentor 20 Minutos – Como o feedback pode se somar ao Employee Experience

Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

FIQUE POR DENTRO DAS NOSSAS NOVIDADES

Ninguém aguenta mais os feedbacks tradicionais!

Reunião de feedback entre colaboradores

Para contribuir para o Employee Experience, precisamos mudar a mentalidade de feedbacks no Brasil.

Feedback sanduiche e feedback construtivo, são exemplos de modalidades de feedback ultrapassados e que estão deixando muito a desejar, principalmente em relação às novas gerações. Aviso que, atualmente, há uma enorme desconfiança sobre os feedbacks tradicionais.

Vamos pegar o exemplo do feedback sanduiche, no qual a recomendação é iniciar a reunião com um elogio, depois vem o recheio (conteúdo) e, por fim, o fechamento com uma notícia boa. Essa é a origem do apelido sanduiche, por se acreditar que juntando essas três partes, a insatisfação da empresa será “digerível” por quem recebe o feedback. Grande engano! Isso não funciona mais e, na verdade, nunca funcionou bem.

A justificativa é óbvia. Embora o feedback conceitualmente seja um instrumento para desenvolvimento de pessoas, a modalidade sanduiche privilegia quem vai fornecer o feedback, ao invés da pessoa que está recebendo. Portanto, o feedback sanduiche serve apenas para deixar o emissor menos culpado, ao apontar uma melhoria necessária. Serviria apenas para o seu ego? Deixo aqui uma reflexão para o leitor.

Iniciar uma sessão de feedback sanduiche com um elogio, na sequência, realizar uma crítica e finalizar a reunião com outro elogio (ou uma boa notícia) faz o responsável pelo feedback se sentir muito bem, contudo, minhas pesquisas mostram que a pessoa que está recebendo a informação acaba passando por um turbilhão bem confuso de emoções, como, por exemplo, medo e desconfiança. Além disso, deixam a reunião sem saber direito como consertar um erro e impedir que ele se repita. 

Modelo de feedback sanduíche

Não é à toa que mais da metade das pessoas afirmam que feedback sanduiche não desenvolve e mais de 1/3 acha essa modalidade enganosa, o que contribui para prejudicar o Employee Experience.

Esse é um dos motivos que explicam por que as novas gerações têm se queixado da falta de transparência de seus líderes. Há relatos de colaboradores reconhecendo que parte dos elogios que recebem é falso, mais se parecendo com bajulação. Por outro lado, gestores também se queixam que não conseguem mais “acessar” a pessoa por meio do feedback tradicional.

Chegou a hora de o processo de feedback fazer parte de algo maior, o Employee Experience.

Sejamos honestos, o feedback é um momento em que duas pessoas conversam sobre algo que precisa ser corrigido ou sobre alguma competência que necessita ser aprimorada, por isso, prescinde de um foco no desenvolvimento e não de bajulação. Esse mecanismo é bem diferente de um elogio para algo que vai bem. Neste caso, a reunião focada num feedback positivo pode, inclusive, ser realizada em equipe, já que se trata de uma ferramenta de reforço positivo e não de uma crítica.

Pensando nessa necessidade de feedbacks com o objetivo de desenvolver pessoas, idealizei e venho implantando junto à líderes de diversas organizações uma técnica de feedback que coloca uma responsabilidade nobre para as pessoas que o praticam, levando-as a se comprometerem com o desenvolvimento do parceiro e não com seu próprio ego.

Veja o passo a passo da técnica FeedMentor 20 Minutos a seguir.

O FeedMentor 20 Minutos traz em seu nome o compromisso de sermos mentores das pessoas que precisam enxergar algo a ser melhorado, dar o máximo de si para essa superação e contar com sua dupla para o sucesso dessa jornada.

Lembre-se de ser o mais assertivo possível no FeedMentor, valorizando o seu tempo e o da pessoa. Também não precisa de perfeição para o tempo certo em cada fase, para não correr o risco de parecer robotizado. O importante é evitar ultrapassar 20 minutos de duração. Seja maleável durante o FeedMentor 20 Minutos.

Concluindo, o FeedMentor 20 Minutos pode ser uma bela ferramenta para ajudar a promover o Employee Experience.

Se você quiser saber mais sobre o FeedMentor 20 Minutos, acesse o link: https://conquist.com.br/labs/e-books/feedmentor-a-revolucao-do-feedback-em-20-minutos/

Lembre-se de conhecer mais artigos como esse na ConQuist Labs.

Roberto Madruga
Leader of Customer Experience, Customer Success and Employee Experience no Brasil, autor best-seller, palestrante e CEO da ConQuist.
https://www.linkedin.com/in/robertomadruga/
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp