fbpx

Conheça 4 tipos de experiência para o cliente

Nem tudo gira em torno do produto! Os clientes recebem diversas experiências das empresas e hoje, neste artigo, você irá aprender sobre algumas dela.
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

FIQUE POR DENTRO DAS NOSSAS NOVIDADES

A experiência do cliente é sempre uma das partes mais importantes para o marketing.

Imagine, qual é o ato do consumidor ao adquirir, por exemplo, uma caneta de apresentar slides, por exemplo, o que ele espera desta compra?

Sim, ele espera ser mais feliz! Seja a eliminação da frustração, seja aumentando o conforto que já é satisfatório, com o que o cliente está comprando ele espera alcançar a satisfação e felicidade, correto? Mas não é apenas a aquisição desse bem que está em jogo.

nota fiscal sobre mesa com produtos alimentícios
O cliente faz muito além de comprar!

Nesse sentido, o que também está em jogo é o ato da compra, de quando você adquire, mas é também o momento anterior que vem o desejo, de quando surge a necessidade e é também o momento posterior, em que ele já está usando o produto.

Para o cliente, a brincadeira não começa ali!  Dá para perceber como a experiência do cliente vai muito além do que somente adquirir o produto? Ela engloba todas essas situações que citamos acima! Por isso, não devemos creditar a experiência de uso do produto como sendo a única ou mesmo a mais importante.

Nesse sentido, identificamos 4 experiências muito importantes que também mobilizam o consumidor durante a relação com a marca e a empresa. Confira quais são!

1: A experiência da comunicação de massa

Essa é uma experiência importante em que o consumidor recebe uma informação pela mídia de massa, ou seja, pela televisão, por exemplo. Ele, então, assiste uma propaganda de um produto ou serviço e pode decidir ou não pelo produto. É uma experiência importante porque é formadora de marca, do conceito de branding!

É ali que ele irá entender o que ele pode esperar não apenas do produto, mas da empresa como um todo: do suporte, da embalagem, do atendimento… E é importante dizer que essas expectativas tocam todos os canais de comunicação de massa da empresa, inclusive os online!

2: A experiência do produto

Vamos lembrar que há uma experiência importante que é a sensibilidade de você manipular o produto ou o serviço. Para alguns clientes, esta experiência é a definidora de uma compra!

Por exemplo, ao optar por um pacote de hospedagem de um hotel, a perspectiva de termos acesso a um banho de ofurô, ar condicionado potente ou massagem gratuita pesa bastante, não é mesmo?

Isso se dá porque essa experiência é muito importante e para alguns até mais importante que a experiência da comunicação de massa!

3: A experiência da promoção

Esta experiência serve para instigar o consumidor a tomar uma decisão, com uma promoção, num ponto de venda ou num site, por exemplo, algo que é grátis, como um ebook.

Mas não se engane: essa experiência também promove a marca ou um conhecimento! Afinal de contas, todo mundo quer ganhar alguma coisa. É natural do ser humano gostar de ser presentado, e a promoção causa essa sensação nos consumidores!

4: A experiência do Relacionamento

Essa é a experiência relacional ou de relacionamento propriamente dita, em que é feito o relacionamento da empresa com o cliente, seja presencial ou a distância, por mensagens eletrônicas, por exemplo.

Cada ponto de contato resulta em uma emoção, e essas emoções constroem e influenciam a experiência do seu consumidor! Em resumo, a experiência de Relacionamento engloba toda interação da empresa com o cliente.

Qual dessas experiências para o cliente tem maior impacto?

Geralmente, a experiência que tem maior impacto é a de relacionamento. Afinal, seja ela presencial ou a distância, sempre haverá um ser humano que projetou e que está ali dialogando com o consumidor.

Por exemplo, a negociação por telefone, sendo ela de alta performance e feita com técnica é extremamente importante. Entretanto, a presencial é ainda mais forte. Nela, o impacto é muito maior porque o cliente irá exercitar os seus cinco sentidos.

Vejamos um exemplo disso. Você recebe o cliente em sua empresa e oferece um café. Quantos sentidos já foram aguçados aí?

  • A visão, em que o cliente vê sua empresa, sua marca e sua estrutura;
  • A audição, em que o cliente escuta sua voz;
  • O olfato, em que o cliente está sentindo o cheiro do café; o perfume de seu estabelecimento
  • O paladar, em que o cliente toma o café;
  • O tato, em que o cliente está sentindo a superfície de uma xícara quente.

Por isso, a experiência do cliente, ou seja, a experiência relacional é muito forte. Em alguns casos, bem superior à propaganda, à promoção e à própria experiência com o produto.

Devo investir?

Você percebe agora como é importante criar estratégias deste relacionamento, tanto presenciais como a distância, não é?

Até aqui, concordamos que as estratégias a distância são sempre um relacionamento mais tímido, não é? Porém, com as restrições impostas pela COVID-19, isso se tornou regra: temos que aprender a conviver e contornar o problema!

Inclusive, ainda que não seja tão forte quanto o relacionamento presencial, a estratégia a distância tem suas vantagens, como o baixo custo e a possibilidade enorme de fazer isso para uma grande quantidade de pessoas ao mesmo tempo.

Desta forma, seja presencial ou a distância, nenhuma das formas deve ser desprezada. Ambas possuem estratégias importantes para o crescimento da organização.

A ConQuist Consultoria tem 19 anos de existência e mais de 470 empresas atendidas com excelência. Atuamos junto aos negócios e às pessoas, com cursos e formações estratégicas assim como com consultorias e treinamentos de alto impacto. Com certeza, temos um produto que te atende, seja você um portador de CNPJ ou de CPF. Fale com a gente que vamos te ajudar no seu objetivo!

Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Recomendado para você

Você sabe quais são as responsabilidades de um Gestor de Relacionamento com o Cliente? Entenda agora qual é o papel desse profissional fundamental para as empresas